Por que meu bebê chora tanto?

É comum os bebês mais novinhos chorem bastante, porque, ainda é, a forma de comunicação deles com os adultos. Quando eles choram e não se sabe muito sabem o porquê, surge um grande desespero na hora de identificar o motivo. Mas existem alguns motivos que são os mais comuns.

Fome

Esse é o motivo mais comum para um bebê recém-nascido chorar, sendo que quanto menor for, maiores são as chances de as lágrimas serem motivadas pela fome. O estômago deles são pequenos e não conseguem absorver uma quantidade grande de leite. Nesse caso, os outros sinais são: colocar a mãozinha na boca, ficar procurar pelo seio com a boca e a cabeça, se movendo de forma inquieta.

Ofereça leite e espere um pouco, pois ele pode não parar de chorar na hora. É preciso deixá-lo mamar e conforme a barriguinha vai se enchendo, ele volta a se acalmar. Se ele já estiver cheio, mas, ainda, continua chorando, é preciso prosseguir com a averiguação.

Fralda cheia

Existem crianças que não costumam chorar quando a fralda está suja, enquanto que outros choram para serem trocados logo, ainda mais, se ele estiver assado. É importante sempre verificar a fralda da criança e trocar se estiver suja.

Sono

Mesmo estando cansados, os bebês podem encontrar dificuldades para fecharem os olhos e dormir tranquilamente. E quanto mais cansados ficam, sem conseguir adormecer, maior é a irritação e agitação deles.

Ninar o bebê, com a luz fraca ou apagada e cantar, pode ajudá-lo a se acalmar para dormir. Além disso, ele pode relaxar com um banho morno e criação de uma rotina de sono, com o uso do berço só para dormir, com uma roupa confortável e que não machuca, e evitando fazer barulho ao máximo para que não acorde.

Arroto

Se um bebê chora depois de mamar, pode ser que esteja com arroto preso. Nesse caso, ele deve ser colocado na posição vertical e dar tapinhas nas costas, e esperar por uns dez minutos.

Dor de barriga

O bebê possui um sistema digestivo que, ainda, está se desenvolvendo. Por isso, é comum que ele chore por estar sentindo cólica, causada pelo acúmulo de gases ou dificuldade para fazer cocô. Em alguns casos, ele pode chorar por causa do refluxo, em que o leite fica voltando e provoca dor e desconforto.

Quando sente dor de barriga, normalmente, o bebê fica vermelho ou chora logo depois de mamar. Para que ela passe, o pediatra pode indicar o uso de gotas antigases para aliviar a dor. Fazer uma massagem, colocar uma bolsa de água quente na barriga do bebê, movimentar as perninhas como se ele estivesse pedalando ou oferecer a chupeta ou seio, podem ajudar a aliviar a dor.

Quer colo

Alguns bebês apresentam uma maior necessidade de serem pegos no colo para se sentirem mais protegidos com um contato físico. Sendo assim, se ele já estiver alimentado, com fralda trocada, mais, ainda, continua chorando, pode ser que só queira ser pego no colo.

Para ajudar, vale apena usar o canguru ou o sling, que mantêm o bebê próximo, e deixam as mãos para livres. Outra estratégia é deixá-lo enrolado em uma manta mais leve ou colocá-lo em um moisés ou o carrinho.

Temperatura

Muitos bebês recém-nascidos não gostam de ficar sem roupa para a troca ou na hora de tomar banho. Eles, ainda, não estão acostumados com o contato do ar com a pele.

Porém não deve haver exagero na quantidade de roupas, para que a criança não fique com calor. A melhor forma para saber a sua temperatura é sentir o calor na barriga dele. Quando ela estiver quente e com suor, é só tirar um pouco da roupa, e quando estiver fria, é só o agasalhar mais.

Nascimento do dente

O período do nascimento dos dentes é longo e irrita bastante os bebês. Caso o bebê esteja chorando mais do que o normal, é bom colocar os dedos na boca dele para sentir se o dente já pode ser sentido na gengiva.

Não se sente bem

Se nada deu certo, o bebê pode estar com dor. Quando o bebê está com dor, ele chora de forma diferente, ou pode ficar em silêncio ou quieto demais.