Gravidez semana a semana – 5˚ a 8˚ semana

No segundo mês de gravidez, é muito importante que você siga todos os conselhos do ginecologista para promover o desenvolvimento natural do bebê.

Segundo mês de gravidez

No segundo mês de gravidez são realizados os primeiros exames e a primeira ultrassom.

Semana 5 da gravidez

A cabeça do bebê começa a se distinguir e as narinas e retinas dos olhos começam a se formar. Na quinta semana de gravidez, o embrião ainda não tem forma humana, mas a cabeça já pode ser distinguida, cujo tamanho é muito maior que o resto do corpo.

O bebê

O fígado, intestinos e rins começam a se formar durante esta semana. O tubo neural (que mais tarde formará a medula espinhal) liga o cérebro à medula espinhal e fecha, começando a deixar pequenos “inchaços”: os braços e as pernas.

Mãe

A partir daqui você deve iniciar o monitoramento da gravidez. É importante que você tome conhecimento de problemas importantes que tem que ser evitados durante a gravidez, com alguns cuidados básicos.

Principalmente em termos de alimentos que você pode comer e higiene alimentar a seguir para evitar problemas sérios.

Semana 6 da gravidez

O coração do bebê já está batendo e a formação da maioria dos órgãos ocorre. É, portanto, o período em que há o maior risco de malformações.

O bebê

Na sexta semana de gravidez, o embrião mede entre 2-4 mm. Os olhos são mais visíveis devido à formação do pigmento da retina. Além disso, a face do embrião (o lábio superior, o apêndice nasal e os pavilhões da orelha) e a primeira parte do cérebro começam a se formar. 

Com relação às extremidades, as superiores são as que mais se desenvolvem, iniciando a configuração dos braços.

Mãe

Depende muito do corpo de cada mulher, mas os sintomas gerais na sexta semana permanecem como náuseas e vômitos, principalmente pela manhã.

Provavelmente não há aumento de peso; pelo contrário, devido a náuseas e vômitos, é comum perder peso. O peito , no entanto, aumenta e fica muito mais sensível. A aréola da mama escurece gradualmente.

Fadiga e cansaço também são sintomas muito típicos dessa fase. Devido à pressão exercida pelo útero, a micção permanece muito frequente.

Semana 7 da gravidez

O bebê continua aumentando de tamanho bem como os seios da mulher grávida na semana 7.

O bebê

Mede aproximadamente 1 cm. O coração está maior. O esqueleto e o rosto do bebê começam a tomar forma, nesta semana.

Mãe

Durante a sétima semana de gravidez, a mãe percebe o aumento no tamanho dos seios e o aparecimento de pequenos nódulos nas aréolas, deixando os mamilos mais marcados.

É comum que ocorra alguma acidez no estômago e prisão de ventre, devido ao fato dos alimentos deslizarem pelo intestino mais lentamente durante esse estágio.

Semana 8 da gravidez

Um dos aspectos mais importantes observados na semana oito da gravidez é que o embrião começa a ser alimentado pela placenta que assume as funções alimentares junto com o cordão umbilical. 

O bebê

Na 8ª semana de gestação, surgem grandes mudanças morfológicas no feto minúsculo. A formação das orelhas, pálpebras, nariz e lábio superior já são percebidos. O comprimento dos membros é aumentado e os cotovelos aparecem. 

Mãe 

O útero continua a crescer, no entanto, ainda é cedo para ver alterações no abdômen ou na cintura, principalmente se for a primeira gravidez. 

Esse crescimento pode causar a sensação de perfurações na barriga ou dores passageiras semelhantes às sofridas na menstruação. É possível que surjam cãibras nas pernas, que podem ser acentuadas à noite.

No que diz respeito aos sintomas são os mesmos náuseas, vômitos, cansaço, constipação, azia e aumento dos seios persistem.

Semana 9 da gravidez

O embrião está adquirindo forma humana e a mãe começa a perceber que a cintura se alarga. Azia ou variações de humor são comuns.

O bebê

Na semana 9 da gestação as mãos aparecem, com os dedos e o pulso. As pernas são alongadas, são direcionadas para a linha média do corpo e os pés aparecem com os dedos.

Mãe

A partir da 9ª semana de gravidez, a futura mãe notará um ligeiro alargamento e um aumento na espessura da cintura. As roupas começam a ficar pequenas. A dor pélvica continua, juntamente com leves contrações; algo normal, já que o útero continua a crescer. Azia é um sintoma bastante comum, junto com mudanças de humor.

Saiba mais sobre a próxima fase da sua gravidez!