Gravidez semana a semana – 1˚ a 4˚ semana

Parabéns, você acabou de saber que está grávida. Agora começa um caminho cheio de mudanças no milagre da vida para você e seu futuro bebê. Descubra como serão as primeiras quatro semanas de gravidez. 

Primeiro mês de gravidez

Descubra o que acontece no primeiro mês de gravidez e como o feto e a futura mãe evoluem.

Semana 1 da gravidez

Esta primeira semana corresponde, a suspensão dos períodos menstruais e se começa conta a data para o parto. Além de mudanças que acontecem dentro do corpo no início da gravidez:

O bebê

O óvulo feminino é dividido pela primeira vez um dia após ser fertilizado pelo espermatozoide masculino. A partir daí, a divisão continua, formando uma espécie de bola chamada blastocisto.

Após sete dias, o óvulo fertilizado desce as trompas de Falópio até o útero, procurando seu local de implantação, que será sua casa nos próximos nove meses.

Mãe

Há mulheres que não sentem nenhum tipo de sintoma que indique que podem estar grávidas e só descobrem quando há um atraso na menstruação. Em vez disso, existem outras que começam a sentir sintomas diferentes, como:

Cansaço

Náusea ou vômito, geralmente logo de manhã.

Aumento do tamanho do peito.

Mais vontade de urinar, devido ao crescimento do tamanho do útero, o que pressiona a bexiga.

O olfato se desenvolve mais do que o normal.

Tem algum desejo

Aumento da pressão na pelve e no quadril.

A mulher experimentará instabilidade no estado emocional, querendo rir, chorar, mudanças repentinas de atitude, nervos…, devido à ação dos hormônios.

Semana 2 da gravidez

As primeiras semanas de gravidez são muito importantes, porque o embrião começa a desenvolver os órgãos fundamentais, as características próprias e o sistema nervoso. A placenta começa a se formar durante essa segunda semana. É o órgão que nutrirá o bebê nos próximos meses. 

O bebê

A partir da segunda semana de gravidez, o que chamamos de embrião se desenvolve, com uma cabeça, um tronco e uma cauda encaracolada. Com cavidade amniótica e também a cavidade coriônica.

Mãe

Dentro do corpo da mãe, um mundo seguro é criado para que o bebê possa se desenvolver, protegido do mundo exterior. Durante esta semana, há uma alteração hormonal, onde há um aumento acentuado de estrogênio, com o objetivo de estimular o útero a se adaptar ao desenvolvimento de uma nova vida.

A maioria das futuras mamães não percebe muitas mudanças durante esta semana. Há quem sofra alguns sintomas da gravidez em muito pouco tempo como resultado da alteração hormonal, embora geralmente sejam poucos. Alguns dias ainda devem passar antes que certas alterações mais óbvias sejam manifestadas.

Semana 3 da gravidez

Na terceira semana de gravidez, certos órgãos, como o coração, começam a se formar no embrião, que é um conjunto de minúsculas células musculares, que se torna operacional após 22 dias de gravidez.

O bebê

As células que compõem o coração funcionam espontaneamente. Uma célula se contrai e afeta as outras, iniciando uma reação em cadeia que leva todas as células cardíacas a se moverem. É então que o coração começa a bater. Na terceira semana de gravidez, o processo de gratulação começa

Mãe

Neste momento, os sinais da gravidez começam a ser mais evidentes, percebendo sintomas como:

Fadiga

Hipersensibilidade nos seios.

Tonturas

É necessário cuidar da alimentação, garantindo uma ingestão suficiente de alimentos para a contribuição nutricional necessária para o desenvolvimento adequado do feto. Comer alimentos que contêm proteínas, ferro, cálcio e ácido fólico.

Semana 4 da gravidez

A quarta semana de gravidez é caracterizada pelo desenvolvimento dos órgãos do futuro bebê. Esta semana é sensível e qualquer elemento pode alterar a saúde do embrião e seu desenvolvimento.

O bebê

O embrião já está implantado no útero, com um tamanho entre 0,36 e 1 mm de comprimento. O mais notável nesta semana é que o embrião começa a adquirir forma corporal, o que é chamado de ‘dobragem de disco embrionário’. Pode-se dizer que é o momento em que adquire a tridimensionalidade, graças ao fato de adotar uma forma cilíndrica que lembra um feijão.

Mãe

Ela pode perceber o abdômen um pouco inchado, tensão nos seios e um aumento no volume. Além de sentir outros sintomas, como:

Micção frequente

Intensificação na percepção de odores.

Náusea e, às vezes, vômito.

O estado emocional é alterado como resultado de alterações hormonais.

Saiba mais sobre a próxima fase!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here