Gravidez semana a semana – 23˚ a 27˚ semana

O bebê desenvolve todas as funções no sexto mês de gravidez. É importante que você converse como ele para se acostumar com a mãe. 

Sexto mês de gravidez

No sexto mês de gravidez, as medidas do bebê começam a ser mais proporcionais. A essa altura, a mãe já deve começar a preparação para o parto.

Semana 23 da gravidez

A pele do bebê adquire tônus e começa a colorir graças à ação da melanina, enquanto os pulmões se desenvolvem.

O bebê

Na 23ª semana de gravidez, o bebê já pode ouvir a mãe perfeitamente; os ossos do ouvido endureceram. Durante a 23ª semana de gravidez, a pele adquire tônus e começa a colorir graças à ação da melanina (proteína responsável pela pigmentação da pele, cabelos e íris dos olhos). Outro fato importante nesta semana é o desenvolvimento pulmonar.

Mãe

O útero mede cerca de 22 cm, e é normal que haja tensão nas costas e na região pubiana. O aumento da pressão faz com que a circulação sanguínea desacelere nas extremidades inferiores, com o consequente aparecimento de varizes.

Nesse momento, é conveniente que a mãe consultar o médico para falar sobre o parto.

Semana 24 da gravidez

O bebê desenvolve toda sua capacidade corpo entre 24 e 28 semanas. Conforme as semanas passam, o bebê começa a ter menos espaço para se mover, chutar e as impressões digitais são formadas.

O bebê

O feto pesa cerca de 600 gramas e mede cerca de 25 centímetros. Embora ainda seja muito pequeno, a partir desta semana é considerado viável que sobreviva a parto prematuro.

Até esta semana todos os sentidos do feto se desenvolveram. A visão, no entanto, não amadurece completamente, mas o bebê já é capaz de abrir e fechar os olhos.

Mãe

A futura mãe ganha cada vez mais peso. Como consequência, a dor nas costas pode ser mais perceptível. Além disso, inchaço nos pés e até cãibras na panturrilha podem ocorrer devido a dificuldades circulatórias. São desconfortos transitórios que podem diminuir a caminhada, evitar longo tempo em pé, etc.

Semana 25 da gravidez

Estrias, coceira, gases e queimação são alguns dos desconfortos que a mãe enfrenta. Na 25ª semana de gravidez, o bebê faz muitos gestos, que podem ser vistos no ultrassom, e os movimentos são cada vez mais perceptíveis, pois ele ainda tem espaço suficiente para se mover e mudar de posição.

O bebê

Abre os olhos, que já têm cílios, embora a cor seja indefinida e varie durante as primeiras semanas após o nascimento. Na 25ª semana de gravidez, ele já possui um ouvido muito desenvolvido. O peso atinge 700 gramas e mede cerca de 26 centímetros.

Mãe

O útero continua a crescer, assim como o abdômen, no qual podem surgir as temidas estrias. A tensão na pele, devido ao aumento de volume, também causa coceira.

Existem desconfortos típicos desse estágio, como gases e azia, devido à pressão exercida pelo útero nos intestinos e no estômago. 

Semana 26 da gravidez

O bebê dorme a maior parte do tempo e a mãe se sente mais a sua vitalidade. 

O bebê

Já mede entre 26 e 28 centímetros e pesa 900 gramas. Os cinco sentidos estão totalmente desenvolvidos. Ele se move com energia e captura facilmente estímulos externos. Além disso, ele chupa o dedo, pois adquiriu o reflexo de sucção.

Mãe

A dor nas costas é acentuada e o desconforto pélvico pode ocorrer. A frequência da necessidade de urinar também cresce, embora a quantidade de urina em cada micção seja baixa

A constipação é outro problema muito comum, uma vez que o reto também está deprimido e os suplementos de ferro que as mulheres grávidas geralmente tomam, causam constipação em algumas pessoas.

Semana 27 da gravidez

A 27ª semana de gravidez é a primeira semana do terceiro trimestre, e a aparência do bebê é muito semelhante à que terá no nascimento, mas em miniatura.

O bebê

Ele tem soluços e, às vezes, a mãe pode perceber porque causa espasmos. Os pulmões ainda estão se desenvolvendo, não têm ar dentro. O feto obtém oxigênio através do cordão umbilical e da placenta.

Mãe

A mudança mais significativa ocorre nos seios, que quase triplicaram de tamanho desde o início da gravidez. O aspecto negativo é que podem aparecer estrias no peito. Mudanças de humor, tão frequentes no início da gravidez, também são comuns nesta fase. 

Conheça a próxima fase aqui!