Desfralde – O que você deve saber sobre ele?

Veja quando remover a fralda de uma criança sem estresse. Trocar fraldas ou lavar bundas pequenas são obrigações que os pais aceitam com alegria.

Naturalmente, algumas crianças aprendem antes de outras, mas também devemos lembrar que algumas crianças andam e falam antes de outras.

Desfralde natural

Independentemente das histórias que foram ouvidas por amigos ou colegas, a criança com 1 ano de idade, com certeza, é incapaz de entender ou se autocontrolar. 

Tentar ensinar uma criança tão cedo pode ser uma fonte de muitas frustrações. Em uma criança tão jovem, as conexões entre o cérebro e as funções de evacuação ainda não se desenvolveram.

A criança não pode por si mesma, querer fazer uma evacuação ou urinar, e nem sabe que foi eliminada. A consciência vem antes do controle do esfíncter.

O controle é dado pela capacidade crescente da bexiga de reter mais urina e a necessidade menos frequente de evacuação. A ordem normal da evolução é a seguinte:

  • Controle intestinal noturno.
  • Controle intestinal diurno.
  • Controle da bexiga durante o dia.
  • Controle da bexiga noturna

A grande maioria das crianças está preparada para fazer o controle do esfíncter diurno, entre dois e três anos, embora possa ocorrer mais cedo, aos vinte meses. 

Os adultos não devem se sentir pressionados a ensinar a criança a sair das fraldas até que ela esteja madura, não importa se Joãozinho conseguiu isso dois meses mais jovem. O controle do esfíncter diurno é uma capacidade corporal complexa.

Como saber quando seu filho deve sair das fraldas

Para determinar se a criança está no momento certo para realizar o aprendizado do controle urinário, podemos fazer as seguintes verificações:

Controle da bexiga

Seu filho urina excessivamente de uma só vez e não em pequenas quantidades ao longo do dia?

Ele fica seco por várias horas por dia?

Você perceber que ele vai urinar, por expressão através do rosto ou das posturas especiais que ele adota?

Se a resposta for sim, nos três casos, isso significa que ele está ciente das sensações da bexiga e tem controle suficiente para iniciar o treinamento.

É possível que possamos ter alguma dificuldade em responder a algumas dessas perguntas, pois a criança passa o dia inteiro com a fralda e esses dados podem passar despercebidos, mas a avaliação concentrada por alguns dias permite ver isso.

Outro aspecto a ver é se a criança tem coordenação suficiente com os dedos e mãos para pegar objetos facilmente e se ela se move facilmente de um cômodo para outro sem precisar de ajuda.

Diretrizes de controle de esfíncter noturno

O controle noturno ou no cochilo. É um controle diferente e requer mais maturação. O controle do xixi noturno não é considerado patológico até os cinco anos de idade. 

As crianças podem controlar o xixi da noite em idades muito diferentes, algumas fazem até aos três, quatro ou quatro anos e meio. Não é aconselhável remover a fralda durante a noite até a criança acordar durante a noite pedindo para fazer xixi e por 10 noites consecutivas de fralda seca.

A remoção da fralda terá de ser total e completa, sem exceções. Não devemos colocar a fralda se formos a um casamento, ao hipermercado etc. ou a qualquer outro lugar.

Como ensinar a criança abandonar as fraldas

Quando tirar a fralda de uma criança, diga a ela que é capaz de controlar e que precisa se esforçar para controlar o xixi e evite colocar novamente fraldas em casos de acidentes.

Se uma criança não faz xixi por duas horas, este tempo é indicativo para deixa-la sem fraldas e para saber quando levar para o peniquinho. Leve ao penico quando achar que pode querer fazer xixi e deixe por 1 minuto, ficando com ela. 

É importante não prolongar o tempo de permanência, senão a criança se aborrece e pode considerar essa atividade negativa. Não coloque qualquer punição ou faça comentário verbal negativo se a criança não conseguir. Faça como se fosse um jogo.

Dê o maior número possível de líquidos, quanto mais chances de urinar, maior a possibilidade de sucesso e maior a possibilidade de aprendizado.

Se, após cerca de quinze dias, a criança parecer não avançar no controle, é aconselhável consultar o psicólogo da escola ou o educador, dentre todos os que podem observar e analisar o comportamento da criança, a fim de obter melhores resultados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here