Como acalmar o bebê?

Os primeiros meses da vida do bebê acaba gerando vários momentos intensos para ele e para aqueles que convivem com ele. Quando um bebê começa a gemer, o primeiro pensamento é de algo está errado e como fazer com que o choro acabe. 

Esse é um período de adaptação para os adultos que passam a serem responsáveis por uma outra vida de um ser frágil, delicado e totalmente dependente. 

É preciso sempre manter atenção, pois os bebês são sensíveis às mudanças que vão acontecendo em sua volta.

Mas, o fato é que o sistema nervoso dele ainda está imaturo e, por isso, encontram dificuldade de mostrar aquilo que querem. Então eles fazem a única coisa que eles sabem: chorar.  

Como a sua única forma de se comunicar é por meio do choro, ele irá chorar sempre que algo lhe incomodar. O choro constante de um bebê causa muita tensão. Mas, não adianta ficar chateada e perder o controle. Quando perceber que a calma está indo ladeira à baixo, peça a ajuda de alguém.

Dicas para acalmar o bebê

Motivo do choro

É muito importante aprender a distinguir o tipo de choro para que ele receba aquilo que o bebê necessita. Com o tempo, as pessoas que cuidam dele aprenderão a como se comunicar com o bebê, por meio dos movimentos do corpo e alguns hábitos para e determinar o porquê de ele estar chorando.

Enrolar o bebê em um pano

Enrolar o bebê lhe trará uma sensação de segurança e conforto parecido com o que ele sentia no útero. Mas é preciso ter cuidado para não o agasalhar demais e deixá-lo desconfortável.

Caso o dia esteja muito quente, ele pode ficar apenas com sua fralda descartável e enrolado em uma fralda de pano.

Deitar de lado

Coloque o bebê de bruços com o seu lado esquerdo sobre o braço, com as pernas e os braços livres. Essa é a posição ideal para acalmá-lo se estiver sentindo cólica e liberar os gases que estão presos.

Porém essa posição é perigosa se ele estiver dormindo, porque aumenta as chances de que o bebê tenha uma morte súbita. Quando ele estiver dormindo deverá ser colocado na posição de barriga para cima.

Calma

Com o choro intenso do bebê, a mãe acaba ficando extremamente cansada e já não conseguem mais pensar direito sobre porquê dele estar tão irritado. Mas não adianta perder o controle, porque isto não vai agudar em nada. Por mais difícil que seja é preciso manter a calma. Quando você mostra todo o seu desespero, ele fica muito mais irritado do que estava antes.  

Sons repetitivos 

Os sons repetitivos, que são conhecidos como barulhos brancos ajuda a passar uma sensação parecida com o som que sente no útero. Eles precisam ser monótonos, repetitivos e com o tom alto. 

Balançar

Quando o bebê está no útero, ele pode sentir os movimentos que a sua mãe realiza. É, por isso, que ele relaxa ao ser balançado devagar, em num ritmo regular e com suavidade. A cabeça precisa ficar mais livre, mais apoiada para que ele possa se mover suavemente com o movimento. 

Sucção

O bebê já nasce com o instinto de sugar e, por isso ficam mais relaxado quando é amamentado ou usa a sua chupeta. Mas esta deve ser uma das últimas tentativas.

O uso da chupeta é desaprovado por alguns médicos, pois pode prejudicar a formação dos dentes da criança. Por outro lado, outros aprovam para ser usada para acalmá-lo e para prevenir a síndrome da morte súbita. 

Coração

Como as batidas do coração foram sentidas na barriga, colocar o bebê próximo à ele pode levar conforto.

Bolsa com água

Se o problema for com as cólicas, uma das formas de amenizá-la é utilizar com água morna para colocar em cima da barriguinha. O calor vai ajudar a deixá-lo relaxado.

Conforto

Sentir muito calor ou frio, dormir pouco, entre outras coisas podem deixá-lo irritado. É necessário ter atenção para saber o que está acontecendo.

Aumento do choro

Quando o choro do bebê não para ou fica mais forte é preciso avaliar e descobrir se há algo errado com ele, como o refluxo gastroesofágico ou dor de ouvido, por exemplo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here