18 cuidados essenciais para os recém-nascidos

1 – Primeiras vacinas

Na maternidade, o recém-nascido deverá fazer o teste do pezinho, olho, do coração e da língua para verificar se ele possui alguma doença ou qualquer outra ameaça à saúde. Além disso, ele tomará as suas primeiras vacinas.

2 – Amamentação

A primeira mamada deve ocorrer de preferência logo após o parto. Mas, mesmo que isso não ocorra, o importante é começar a estabelecer um contato que torne mais fácil a amamentação.

3 – Banho

Na maternidade, a enfermeira dá o primeiro banho para ensinar as mães como fazer em casa passo a passo.

4 – Fralda

Quando o bebê ainda é um recém-nascido, a fralda não precisa ser trocada sempre que ele fizer xixi. Porém, mesmo assim, o gasto com elas ainda será bem alto, pois em média um bebê recém-nascido pode fazer coco 8 vezes por dia.

5 – Coto umbilical

O coto umbilical é o resto do cordão umbilical que fica no bebê e que, normalmente, cai nas primeiras duas semanas de vida. Durante esse período, é necessário que a região seja higienizada, usando álcool 70% toda vez em as fraldas são trocadas.

6 – Nariz

O nariz do bebê não deve ser higienizado apenas quando escorrer ou ficar entupido. Ele precisa ser limpo usando só soros fisiológicos de bebês.

7 – Orelhas e olhos

Na hora de higienizar as orelhas é só pegar a toalha de banho do bebê ou um cotonete e molhar um pouco, passando suavemente na parte externa da orelha e depois secando. Para limpar os olhos deve-se usar a água e o algodão na hora que ele estiver tomando banho.

8 – Boca

Não é preciso limpar a parte de dentro da boca, bastando limpar os lábios depois de cada mamada.

9 – Mãos e Unhas

As mãos e unhas do recém-nascido precisam de cuidados para estarem sempre limpas, porque elas são colocadas frequente na boca pelos bebês.

10 – Colo

Nos primeiros meses de vida é bem comum que o bebê tenha refluxo. Por isso, a cabeça dele deve ficar mais elevada do que o resto do corpo. Ele ainda é muito frágil para segurar a cabeça, sendo preciso apoiá-la com as mãos.

11 – Primeiro passeio

É recomendado que durante o primeiro mês ele não saia na rua. Isso é para evitar que a criança fique exposta à muitas pessoas que podem representar algum tipo de risco para sua saúde. Além disso, a grande movimentação pode deixá-lo irritado.

12 – Visita

Ainda no primeiro mês, as visitas em casa devem ser evitadas. Mas, se isso não for possível, a pessoa precisa estar com uma boa saúde e não ficar por muito tempo próxima do bebê. A mão precisa estar limpa caso queiram pegar a criança no colo.

13 – Banho de sol

Os bebês precisam do banho de sol, porém, antes, é importante falar com um pediatra. Depois que o médico aprovar, o pequeno pode se expor ao sol, mas só as pernas. Ele deve demorar no máximo 15 minutos por dia, antes das 10h e depois das 17h.

14 – Cólicas

As cólicas costumam aparecer depois da terceira semana, junto com os choros. Mas há formas de aliviá-la. Pode ser um chá, uma massagem, uma compressa de água morna ou medicação prescrita por um médico.

15 – Chuleta

 Dar chupeta para o bebê nunca é uma boa ideia, mas, se ainda quiser dá-la, faça isso só depois de duas semanas de vida. Ela pode prejudicar a alimentação e a dentição.  

16 – Pediatra

A consulta com o pediatra deve ser marcada para a mesma semana em que a criança receber alta do hospital. Ela é importante, porque o médico irá saber como vai a amamentação, a saúde do bebê e a sua adaptação fora do útero.

17 – Tranquilidade

Dentro do útero da mãe, o bebê pode desfrutar de um mundo silencioso. Assim, a melhor forma de ajudá-lo a se adaptar ao mundo exterior sem deixá-lo irritado, é oferecer uma casa silenciosa nos primeiros dias de vida.

18 – Pele amarela

Muitas crianças apresentam icterícia, que é quando o bebê fica com a pele amarela nos primeiros dias. Normalmente, isso vai melhorando e a cor vai sumindo. Porém, isso não acontecer, é necessário vário levar o bebê ao pediatra.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here